Deyvid Nascimento

Engenheiro de Software e empreendedor digital desde 2006

+50 idéias de negócios digitais para quem perdeu emprego na pandemia e/ou deseja empreender de casa.

A inspiração desse post foi ver notícias de GRANDES empresas demitindo um grande percentual GRANDE seus colaboradores por conta da crise do COVID19.

Selecionei idéias fáceis de serem implementadas para garantir uma renda para essas pessoas nesses dias difíceis de crise.

Eu fiz a divisão deste post nos seguintes tópicos:

Editor

1 – Escritor Free Lance
Você pode escrever sobre sua área ou com uma breve pesquisa você pode escrever sobre tudo, existem inúmeras empresas investindo em marketing de conteúdo, e pra esse trabalho você só precisa de um notebook, eletricidade e internet. Existem tópicos mais procurados no ramo de escrita freelancer destaco os seguintes temas:

  • Finanças
  • Estilo de vida
  • Saúde
  • Empreendedorismo

Creio que vale a pena pagar um curso online de especialização em escrita e aprofundar nesses temas

2 – Editor
A tarefa do editor é revisar o que o escritor fez, se você é bom em português e tem uma visão crítica sobre escrita, vai fundo, esse é um caminho.

3 – Revisor
Os revisores concentram-se especificamente na verificação do conteúdo escrito depois que ele foi editado para garantir que não haja erros de digitação, erros ortográficos, gramaticais, problemas de formatação e pontuação.

4 – Tradutor
Os tradutores pegam arquivos de áudio ou vídeo e criam uma transcrição escrita de tudo o que foi dito.

5 – Copywriting
Copywriting é uma produção de conteúdo focada em convencer o leitor a realizar uma ação, seja ela comprar, assinar, matricular em um curso. Resumindo é focado em persuasão com objetivo de gerar conversões e vendas.

6 – Escritor de ebooks
Os e-books são ótimos porque tendem a conter muitas informações em um formato muito compacto.

Você pode criar um ebook no Word ou no Google Docs, adicionar alguns gráficos, convertê-lo em PDF e pronto!

7 – Escritor fantasma (Ghostwriting)
É a pessoa que, tendo escrito uma obra ou texto, não recebe os créditos de autoria – ficando estes com aquele que o contrata ou compra o trabalho.

8 – Redator de editais
As organizações sem fins lucrativos dependem de doações privadas e financiamento público para operar. É aí que entram os redatores de editais.

O trabalho consiste em criar uma proposta que convencerá a organização que está distribuindo dinheiro a doar parte para o solicitante.

Exemplos: Edital lei Rouanet, Edital de inovação

9 – Criar Currículos
Existem padrões de currículos que as pessoas não conhecem, que tal se especializar em entender esses padrões e prestar serviço criando currículos.

10 – Editor de release
Escrever press release pode ser o seu caso, se você tem talento para contar histórias convincentes, mas concisas.

Comparado a concessões por escrito ou a um livro eletrônico, os releases geralmente têm um formato muito mais curto.

Blog e Social Media

11 – Criar conteúdo para blogs
Os blogs são uma maneira de ganhar muito dinheiro se você conseguir estabelecer a visibilidade da sua marca e ganhar seguidores leais. Você pode falar sobre tudo, moda, viagem, basta uma pesquisa rápida no google “Como ganhar dinheiro com blog” e você vai ver o que eu estou falando.

12 – Assistente virtual
Você sabe o que é uma Assistente Virtual? Simples. É alguém que é pago para realizar tarefas para outra pessoa on-line, seja para: Atendimento, vendas, etc…

13 – Consultor de SEO
SEO é a sigla para “Search Engine Optimization“, que significa “otimização para mecanismos de busca”, hoje na grande corrida por público na internet se destaca quem tem o SEO mais estruturado, existem ótimos cursos a respeito e o melhor. Spoiler: é mais um trabalho de pesquisa do que de programação, então não exige conhecimentos técnicos avançados.

14 – Editor estratégico pinterest
Pinterest é uma rede de inspiração que mais cresce, poucas pessoas ainda estão enxergando como um grande potencializador de tráfego, um editor estratégico é uma pessoa que cria gráficos, organogramas, fotos ou seja tudo relacionado para atrair tráfego para um determinado site através do pinterest.

15 – Especialista em anúncios pelo Facebook
Criar um anúncio no facebook é algo simples, mas criar um anúncio no facebook realmente eficaz é algo que demanda tempo e estudo, ser um especialista em anúncios no Facebook você vai simplesmente estudar as estratégias e aplicar para seus clientes que não tem tempo de ler e aplicar, todo conteúdo é fornecido gratuitamente pelo próprio Facebook.

16 – Consultor de WordPress
Existem várias plataformas de blogs por aí, mas o WordPress é uma das mais populares. Se você manja do WordPress e conhece o HTML, existem pessoas por aí que estão dispostas a pagar muito pelos seus serviços.

17 – Gerente de Redes Sociais
As redes sociais é algo muito útil para as empresas, mas nem todo empresário tem tempo para responder a todos os comentários, direct (instagram), messenger (facebook), whatsapp, curtidas ou compartilhamentos. Em vez disso, eles contratam outra pessoa para fazê-lo.

18 – Gerente de blogs
Gerir um blog vai muito além de escrever um post, existem muitas outras demandas que exigem tempo, o que pessoas estão dispostas a pagar por isso, tais como:

  • Desenvolvimento de estratégia de conteúdo
  • Publicar e promover publicações
  • Gerenciar listas de emails
  • Criar calendário editorial
  • Acompanhar estatísticas de acesso do blog

19 – Gerenciar projetos no Trello/Asana
Trelo e Asana são ferramentas de organização de tarefas, muitas empresas se sentem perdidos na organização, quando você se posiciona como um especialistas nessas ferramentas muitas oportunidades irão surgir para a implantação das mesmas, lógico seu conhecimento precisa ir além da ferramenta, seu foco de estudo será gestão de processos.

20 – Editor de vídeos e podcast
Todos percebemos que conteúdo em vídeo e podcasts estão bem em alta, o problema que é todos querem gravar mas nem todos gostam de editar, está é a sua oportunidade de aprender e oferecer os serviços.

Designer/Fotografia/Programação

21 – Designer de landing pages
Pra quem não conhece, já viu aquelas páginas focadas em compras, ou entrar em listas de emails? Geralmente essas páginas são tem muitos links, quem é da antiga conhece esse tipo de página como HOTSITE.

Para ser um bom designer de landing page, você precisa manjar de design e nem sempre programação, já que existem várias plataformas que você monta landing pages só arrastando componentes, o bom gosto é que manda.

Se souber uma base de SEO tbm é um plus.

22 – Designer de páginas web
Esse eu gosto de falar que é o LEVEL 2, pq vai te exigir um pouco mais de trabalho comparado com design de landing page.

Para ser um bom designer de páginas web, além de te exigir ter bom gosto para composição de elementos e cores o grande diferencial é saber sobre User Interface (UI) e User Experience (UX), que é a pílula de qualquer site de sucesso.

O Designer nem sempre é obrigado entregar o site rodando, ou seja, envolver programação, existem ferramentas que permite criar todo design do site e depois um programador FRONT-END faz o restante do trabalho.

As ferramentas para entregar o design que recomendo são:

  • Figma
  • Adobe XD
  • Photoshop (pq não)

22 – Desenvolvedor web
Vamos falar agora do LEVEL 3, tem muito material free na internet, mas vai te exigir tempo e dedicação para aprender, não é algo rápido.

Hoje a profissão de desenvolvedor web se divide basicamente em 3 caminhos:

22.1 – Desenvolvedor Front-END
Que é o cara que recebe todo material de design de um site ou aplicação web e coloca ela para funcionar, ou seja, coloca animação nos menus, ações nos botões, banners rotativos, etc…

Essas são as tags para pesquisar sobre o front:

  • Vue
  • Angular
  • Bootstrap
  • Javascript + CSS
  • React

22.2 – Desenvolvedor Back-End
Esse é o desenvolvedor responsável pelo “trabalho sujo”, um exemplo bemm simples: um site possui um formulário de contato e precisa enviar a mensagem para o dono do site quando alguém acessar e preencher, quem faz essa programação de comunicar com o servidor de disparo de email, formatar a mensagem que será respondida é o backend.

Um exemplo mais complexo:
Facebook vc vê um botão de like e clica nele (isso é o front), internamente é preciso armazenar a informação que o Usuário A, curtiu a postagem do número 2837466 do usuário B, quem faz isso tbm é o backend.

Linguagens que recomendo para programar para web como backend:

  • PHP
  • Python
  • Ruby
  • Node

22.3 – Desenvolvedor FullStack
Esse é o cara que faz tudo, front e backend junto, não é uma missão muito fácil mas é o profissional mais procurado no mercado, principalmente por startups.

23 – Designer de logos
Sabe a padaria da esquina da sua casa? Sabe aquela amiga sua que vende brownie? E aquele amigo universitário que vende brigadeiro? Todos esses podem ser seu cliente.

Hoje existem várias ferramentas que irá auxiliar a criar logos, lógico que de forma amadora com qualidade interessante para atender pequenos negócios.

Eu particularmente crio logos e troco por comida, recentemente fiz uma logo usando o canva para uma amiga a ganhei 10 brownies 🤓 que na cotação equivale a 100 reais e não levei nem 30 minutos.

25 – Desenvolvedor de aplicativos
Essa é level 4, também vai te exigir bastante estudo a respeito, até existem “ferramentazinhas” que promete criar aplicativos de forma rápida, mas vai por mim, sempre dá merda.

Para ser um desenvolvedor de apps, eu recomendo o seguinte para estudo:

  • ReactNative (para iOs e Android)
  • Flutter (para iOs e Android)
  • Kotlin (somente Android)
  • Swift (somente iOs)

26 – Editor de temas de WordPress
Já viu um preço de um tema? E não tem nada pior que navegar e encontrar um site ou um blog com o mesmo tema do WordPress, então muitas empresas estão a procura de profissionais que criem temas personalizados, ou que editem um tema já existente, te adianto vai precisar de conhecimentos em programação, para ser mais específico PHP.

27 – Criador de estratégias de marca
Social Branding é o conceito de um conjunto de atividades relacionadas sobre determinada marca, hoje o empresário está tão focado em impostos, gestão de pessoas, vendas, fluxo de caixa, etc.. e acaba deixando sua marca de lado, o trabalho de um criador de estratégia de marca, é o cara responsável pelo Social Branding da empresa, promovendo atividades que valorizam ainda mais a marca.

28 – Tirar e vender fotos em sites e bancos de imagem
Já ouviu falar em bancos de imagens? Uma empresa precisa de uma imagem para usar em peça publicitária, digamos uma loja de jóias precisa de uma modelo com um anel de diamante, existem algumas alternativas:

1 – A loja contrata um fotógrafo, contrata uma modelo e tira várias fotos para escolher 1 foto para sua peça publicitária.
Custômetro: 🤑🤑🤑🤑🤑

2 – A loja pesquisa em um banco de imagens e escolhe uma foto de uma modelo que representa a marca com uma peça idêntica que ela vende.
Custômetro: 🤑

vou te dar alguns exemplos de bancos de imagens

  • https://www.shutterstock.com/
  • https://sp.depositphotos.com/
  • https://stock.adobe.com

Você fotógrafo pode produzir fotos e colocar a venda nesses sites, e ganhar comissão quando uma foto for vendida, é como um UBER de fotos, só que você tem trabalho uma única vez e pode ganhar dinheiro enquanto sua foto estiver ativa.

Ensino/Consultoria online

29 – Ensinar sobre finanças
É muito comum pessoas se enrolar com seu dinheiro, principalmente em tempos de crise, ensinar sobre finanças vai além de ensinar “guardar dinheiro” ou “se livrar de juros de bancos”, um bom ensino tbm engloba investimentos.

30 – Ensinar sobre blogs para empresas.
Iniciar um blog pode ser um pesadelo, principalmente para empresas, essa função irá ensinar as empresas a levar seu blog para o próximo nível, já que a buzzword do momento é inbound marketing.

31 – Ensinar/dar consultoria sobre vida saudável
Esse é um tema bem sério, hoje sabemos que só quem pode falar sobre alimentação saudável é quem tem formação, então se você é nutricionista ou de áreas assim essa é para vocês.

Quem não tem formação e dá dicas de alimentação saudável, pare agora! Fale mais sobre seu lifestyle mas sem ficar “cag*ando regra”.

32 – Ensinar sobre produtividade
Procrastinação, produtividade, organização, esses são as palavras do século, esse job é basicamente para ensinar e dar consultoria sobre todos esses assuntos.

33 – Treinar/dar consultoria sobre relacionamentos online
Parece estranho mas é um mercado com grandes oportunidades, conhecer pessoas não é tão fácil como se parece nos filmes, existem aplicativos porém ele não tem o foco em relacionamento então nem sempre funciona.

Os treinadores e consultores de namoro online oferecem orientação para as pessoas que passam muito tempo nesses aplicativos, mas que ficam vazias no departamento de amor.

34 – Professor particular para crianças online
O próprio título já diz tudo, por que não dar aulas particulares para crianças online?

35 – Criar um cursos online
Quando se fala em criar um curso online, se pensa na estrutura, porém existem plataformas que facilitam toda tecnologia e você pode ficar focado somente no conteúdos, das plataformas as principais são:

36 – Ser um tutor online
Cursos online tem a grande facilidade de você aprender o que quiser a qualquer hora, o que falha as vezes é que não tem um acompanhamento de um professor como em cursos presenciais.

É aí que entra o tutor online, que é a pessoa que vai “fazer o curso com você”, geralmente esta pessoa é especialista no assunto e poderá te guiar sobre o conteúdo do curso.

Para resolver essa demanda diversos sites de aprendizados online tbm estão contratando tutores online para auxiliar os professores.

37 – Tutor de idiomas para adultos
Diversas pessoas precisam praticar inglês e aprimorar, o tutor de idiomas para adultos é a pessoa que oferece esse serviço online.

38 – Tradutor Online
Todo mundo sabe que google translator, ou qualquer outro tradutor online existem falhas, um tradutor humano é a pessoa que vai melhorar e humanizar a tradução seja do seu site, artigo, livro, etc.

Delivery/Vendas online

39 – Comprar e revender produtos físicos, roupas, livros, eletrônicos.
Existe uma demanda enorme de pessoas que tem medo de comprar pela internet, mesmo sabendo que em lojas tradicionais os preços são mais elevados. Sabendo disso é uma prática comprar produtos online (Mercado Livre, AliExpress, Ebay, etc…) e revender em sua cidade via grupos de facebook, whatsapp, catálogos online.

41 – Criar um clube de assinaturas
Funciona assim, a pessoa cadastra seu cartão de crédito (como no netflix) e em um determinado período ela recebe na sua casa um pedido, da mesma forma como eram as revistas. Todo mês é debitado no cartão de crédito um determinado valor, e as entregas você determina se será bimestral, quinzenal, semanal, mensal.

Exemplo de clubes de assinaturas:

42 – Comprar e revender perfumes, cosméticos e produtos de beleza
Basicamente procurar fornecedores e revender na sua cidade para pessoas físicas ou pessoas jurídicas (salão de beleza) via whatsapp.

43 – Delivery de alimentação natural para pets
Nos últimos anos vimos o aumento de doenças nos pets, como câncer, e foi percebido que uma das possíveis origens são as rações, que são produtos industrializados, e por que não seu pet ter uma alimentação balanceada como os humanos?

A alimentação natural nada mais é do que oferecer refeições saudáveis para pets, produzida e cozinhada com nutrientes balanceados e de qualidade.

44 – Delivery de alimentos para pessoas com restrição alimentar
Existem pessoas que evitam o glúten por “modinha”, porém existem pessoas portadoras de doença selíaca que impedem de comer, além disso o preparo dos alimentos devem tomar bastante cuidado, a cada 600 habitantes no Brasil 1 pessoa é portadora dessa doença.

Além da doença celíaca existem outra doenças com restrições alimentares:

  • Diabetes
  • Intolerância à lactose e alergia ao leite
  • Dislipidemia
  • Constipação

45 – Delivery de produtos vegerarianos/veganos
“Pesquisa do IBOPE aponta crescimento histórico no número de vegetarianos no Brasil. No Brasil, 14% da população se declara vegetariana, segundo pesquisa do IBOPE Inteligência conduzida em abril de 2018.” Fonte: https://www.svb.org.br/2469-pesquisa-do-ibope-aponta-crescimento-historico-no-numero-de-vegetarianos-no-brasil

O principal problema do vegano e do vegetariano é encontrar opções veganas e vegetarianas.

Áreas alternativas

46 – Gamer Streamer
Basicamente você vai precisar ter um PC gamer ou um console, escolher seu jogo favorito, e gritar muito!

Um streamer monetiza em visualizações, patrocínios, doações, assinaturas. As principais plataformas:

47 – Minerador de criptomoeda
Moedas Virtuais usam a criptografia como segurança. Para ganhar dinheiro com mineração, você precisa de um computador especial para resolver equações, cada bloco é atrelado a uma série de equações matemáticas para garantir a segurança de transações. Quando seu computador for o primeiro a resolver, a recompensa é sua.

A recompensa ao completar um bloco de Bitcoin é de 12.5 Bitcoins, o preço atual do bitcoin é de 7,5 mil dólares, então você ganharia: R$ 93.750,00 mil dólares, mas… lógico que para minerar 12.5 Bitcoins não é tão simples assim, você precisa:

  • Hardware foda muito bom
  • Gasta energia pra caralho Consumo elevado de energia

48 – Seja um youtuber
Por mais incrível que pareça, com uma simples câmera do celular você começa um canal no youtube, não precisa de equipamentos caríssimos, um exemplo disso é o Ryan que faz reviews de brinquedos o canal que mais fatura no youtube ganha 22 milhões de dólares por ano só com views.

49 – Trader
“O trader é um investidor do mercado financeiro que busca ganhar dinheiro com operações de curto prazo, aproveitando-se da volatilidade do mercado. Basicamente, ele busca ganhos financeiros realizando a compra e a venda de ações ou outros ativos negociados em Bolsa.”
fonte: https://www.infomoney.com.br/guias/trader/

50 – Flipping
O que é isso? Este termo remete ao impulso de algo que faz algum objeto ou alguma coisa mudar de direção. No mercado imobiliário remete a comprar imóveis e vender em até 6 meses, valorizando o mesmo com reformas etc.

Na internet essa prática existe com Instagram, onde você cria contas, realiza ações para atrair muitos seguidores e depois vende a conta para empresas, por mais estranho que pareça empresas compram muito essas contas. Existe até marketplace para isso, como o https://fameswap.com/.

Essa prática também existe com domínios, porém o domínio precisa tomar cuidado para ter um nome interessante atrair tráfego para ele e depois vender, quanto mais tráfego um domínio tem mais bem posicionado ele fica nos buscadores, tem até plataforma para isso como o Flippa.

51 – Organização de congressos online
Existem conferências presenciais em diferentes áreas do conhecimento como saúde, educação, engenharia, arquitetura, biologia, tecnologia, e por que não fazer isso online.

A grande vantagem é que muitas pessoas podem participar. E, depois de terminar, os compradores ainda podem acessar todo o conteúdo.

Uma plataforma que recomendo é a dos meus amigos da https://congresse.me/

Deixe uma resposta